Theodore Dalrymple: “Nossa Cultura ou o que restou dela”

Staff Livros 1 Comment

Theodore Dalrymple: “Nossa Cultura ou o que restou dela”. E Realizações. São Paulo. 2015. 400 pgs. O autor que está por trás do pseudónimo é Anthony Daniels, psiquiatra e escritor inglês, com experiência profissional em quatro continentes, incluídos trabalhos em prisões e hospitais de bairros pobres. A presente obra reúne uma coletânea de 26 ensaios, resultado das reflexões que o …

Patrick Modiano: Ronda da Noite

Staff Livros Leave a Comment

Patrick Modiano: Ronda da Noite. Roco. 2014. 126 pgs. Um romance curto, rápido, quase vertiginoso, do Premio Nobel de 2014. Sem trama definida, uma mistura de flashback com projeções e possibilidades, combinando sonhos e reflexões, em aventura que alterna a realidade com o onírico. Ambientado a gosto do escritor francês, nos tempos da ocupação nazista da França, um tema recorrente …

Gustavo Corção: “Lições de abismo”

Staff Livros Leave a Comment

Gustavo Corção: “Lições de abismo”. Ed. Agir. São Paulo. 1976. 265 pgs.      Estava com vontade de reler Lições de Abismo. Deixou-me marca no seu dia, há mais de 25 anos. Agora, convocado para coordenar as reuniões literárias mensais surge a oportunidade de voltar sobre páginas que a correria do dia a dia não oferece o espaço que merecem para saboreá-las …

Khaled Hosseini: “O Caçador de Pipas”

Staff Livros 3 Comments

Khaled Hosseini: “O Caçador de Pipas”. Ed. Nova Fronteira. 2003. Rio de Janeiro, 365 pgs.      Por alguma razão, que nunca tive muito clara, sempre me resisti a ler best-sellers. Talvez uma certa alergia ao gosto massivo por novidades que nada tem a ver com qualidade. A culpa, evidentemente, nunca é da obra, do livro, do filme. Mas sim  do ambiente …

João Guimarães Rosa: “Primeiras Estórias”

Staff Livros Leave a Comment

João Guimarães Rosa: “Primeiras Estórias”. Ed Nova Fronteira. Rio de Janeiro, 2001.      Ler Guimarães Rosa é sempre uma aventura pessoal, um envolvimento. Saborear os pensamentos que embrulham as personagens, salpicando narrativas e paragens. Sem a urgência de querer entender tudo, num simples degustar. Porque a estética carece de serenidade, de contemplação, desse tempo que hoje não queremos ter porque nos …

Nelson Rodrigues: “O Óbvio Ululante”

Staff Livros 1 Comment

Nelson Rodrigues: “O Óbvio Ululante”. Companhia das Letras. São Paulo. 1993. 300 pgs.      Quem, como eu, inclui-se no grupo dos que se atrevem a escrever como amadores, fará bem se, com regularidade, frequenta aqueles que fizeram da escrita seu modus vivendi. É um aprendizado continuo: tornar claras nossas ideias, comunicar-nos, e entender o que nós mesmos pensamos. Ler e reler, …

Hannah Arendt: O Compromisso de Pensar

Staff Filmes 10 Comments

(Hannah Arendt). Direção: Margarethe von Trotta. Barbara Sukowa, Axel Milberg, Janet McTeer, Julia Jentsch, Ulrich Noethen,. Alemanha, Luxemburgo, França. 2012. 113 min.      Todos os comentários que me chegaram deste filme eram unânimes: cinema de primeira categoria. Direção perfeita de Margarethe Von Trotta, interpretação magistral de Bárbara Sukowa. Magistral e realista: fumando o tempo todo, como a personagem que encarna, embora o filme …

Oscar Wilde: “O Retrato de Dorian Gray”

Staff Livros Leave a Comment

Oscar Wilde: “O Retrato de Dorian Gray”. Clássicos Abril. São Paulo. 1981. 283 pgs.      Os fóruns de humanismo em que ando envolvido têm sido extremamente úteis. Não posso afirmar isso por conta dos outros assistentes – cabe a cada um apreciar o valor agregado, como se diz hoje-, mas é justo fazê-lo em relação a mim mesmo. Embora na condição …

Alessandro D’Avenia: “Branca como o leite, vermelha como o sangue”

Staff Livros Leave a Comment

Alessandro D’Avenia: “Branca como o leite, vermelha como o sangue”. Bertrand Brasil. 2010. Rio de Janeiro, 370 pgs.      Dificilmente leio livros dos quais não me tenha informado previamente. A vida – o tempo da vida- é limitada, é preciso escolher atentamente. Há exceções, claro; esta é uma delas. Um amigo me entregou o livro: “Leia, vai gostar. É um adolescente …