Alice Munro: “Felicidade Demais”.

Staff Livros Leave a Comment

Alice Munro: “Felicidade Demais”. Companhia das Letras. São Paulo. 2010. 341 pgs. Desta vez a partitura da nossa tertúlia literária foi uma coletânea de contos de uma escritora canadense, que ganha o prêmio Nobel (2013) com 82 anos. Esse contexto já nos oferece motivo para reflexão: a data de validade das pessoas não é aquela imposta pelo mundo corporativo, quando …

Alphonse Daudet: “Tartarín de Tarascon”

Staff Livros Leave a Comment

Alphonse Daudet: “Tartarín de Tarascon”. Saraiva. Editores. 1959. 165 pgs. A tertúlia literária mensal levou-nos desta vez até um clássico francês: as aventuras de uma personagem singular, Tartarín de Tarascon. E para minha surpresa, o livro agradou muitíssimo. Digo surpresa porque quando li -já conhecendo a história-  tive a impressão de cândida ingenuidade, de um relato sem pretensões onde os recados …

Henry Marsh: “Sem Causar Mal”

Staff Livros Leave a Comment

Henry Marsh: “ Sem Causar Mal”. (Histórias de vida, morte e neurocirurgia). nVersos. São Paulo, 2016. 287 pgs. É uma convicção que me acompanha faz tempo, e que tenho comprovado diversas vezes: quando um cirurgião envereda pelos caminhos da educação médica, é objetivo, tem impacto, entra para consertar. E costuma dar-se bem. Este livro não é propriamente um tratado de …

J. D. Salinger: “O Apanhador no Campo de Centeio”

Staff Livros 2 Comments

J. D. Salinger: “O Apanhador no Campo de Centeio”. Editora do Autor. Rio de Janeiro. 17ª Ed. 206 pgs.      Um fórum de humanismo com universitários foi o motivo de me aventurar a ler este livro. Tenho as minhas reservas com os autores cult que publicam “aquele livro”, somem por duas décadas, e talvez se dignem escrever algum outro título, a …

Meia noite em Paris. O Realismo Sonhador de Woody Allen

Staff Filmes 1 Comment

Midnight in Paris. Diretor: Woody Allen. Atores: Owen Wilson, Marion Cotillard, Rachel McAdams , Kathy Bates, Michael Sheen. 2011. 94min.      Nunca fui fã de Woody Allen. Não acabo de entender-me com ele – mesmo admitindo que sabe fazer um cinema original, intuitivo, por vezes genial. Surpreende-me, e me admira o modo de trabalhar as personagens, o roteiro, a trilha sonora; …