E.C. Bentley “O  último caso de Trent”

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

E.C. Bentley “O  último caso de Trent”. Círculo do Livro. Ed Globo. São Paulo. 1981. 201 págs. Chegou-me a referência como um clássico do romance policial. Bentley era amigo de Chesterton, e a ele dedica este livro. Pareceu-me entender que era uma velha promessa, mas em se tratando de figuras como estas, é necessário ler as entrelinhas, e o que …

Daniel Pennac: “Como um Romance”

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Daniel Pennac: “Como um Romance”.  Rocco editora. Rio de Janeiro. 1993. 165 pgs. Um livro fascinante e instigador. Descobrir o prazer de ler; contagiá-lo aos outros, resgatar os que tem medo de ler, e desconhecem seu potencial. De tudo isso nos fala Pennac, o educador francês que foi estudante rebelde e, resgatado por professores, transformou-se num paradigma docente. Mas continua …

Pierre Lemaitre: Até nos vermos lá em cima

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Pierre Lemaitre. Até nos vermos lá em cima. (Nos vemos allá arriba. Salamandra. Barcelona. (2014). 443 pgs) Chegou às minhas mãos a tradução espanhola deste premiado escritor francês. Algo comentava a crítica de um romance policial, situado no final da Primeira Grande guerra. A verdade é que não encontrei a tal intriga policial por nenhum lado, e sim uma crítica …

Leonardo Padura. "O Homem que amava os cachorros"

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Leonardo Padura. “ O Homem que amava os cachorros”. Editora Boitempo. 2013. 600 pgs.  (“El hombre que amaba a los perros”. Maxi Tusquets Ed. Barcelona 2014. 765 pgs.) Tinham-me recomendado o livro; várias vezes, e de fontes confiáveis.  Mas o formato digital da obra do premiado escritor cubano, não acabava de me convencer. Menos ainda por tratar-se da versão portuguesa. …

Patrick Modiano: Ronda da Noite

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Patrick Modiano: Ronda da Noite. Roco. 2014. 126 pgs. Um romance curto, rápido, quase vertiginoso, do Premio Nobel de 2014. Sem trama definida, uma mistura de flashback com projeções e possibilidades, combinando sonhos e reflexões, em aventura que alterna a realidade com o onírico. Ambientado a gosto do escritor francês, nos tempos da ocupação nazista da França, um tema recorrente …

Petros Markaris: "A Hora da Morte"

Gabriel Brandão Livros 1 Comment

Petros Markaris: “A Hora da Morte”. Record. Rio de Janeiro, 2008. 317 pgs. “Mas, você ainda não leu nada de Markaris? Os casos policiais do Inspetor Kostas Xaritos?” Após essa exclamação, vinda de um dos meus irmãos, firmei o propósito de saldar a dívida. A troca de informações na família –seja de filmes ou livros- é uma tradição antiga, e …

Gustavo Corção: "Lições de abismo"

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Gustavo Corção: “Lições de abismo”. Ed. Agir. São Paulo. 1976. 265 pgs.      Estava com vontade de reler Lições de Abismo. Deixou-me marca no seu dia, há mais de 25 anos. Agora, convocado para coordenar as reuniões literárias mensais surge a oportunidade de voltar sobre páginas que a correria do dia a dia não oferece o espaço que merecem para saboreá-las …

Maria Dueñas: “A Melhor História está por vir”

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Maria Dueñas: “A Melhor História está por vir”. Planeta do Brasil. 2012. 352 pgs.      Li de uma tacada o original que leva por título “Misión Olvido”. Sobre a capa, uma faixa promocional que aponta: “La mejor historia está por vivir”. Outro Best seller da autora de “O tempo entre costuras”. Pensei que não tinha sido traduzido, pois o livro é …