Frantz: Uma experiência estética de amor e perdão

Gabriel Brandão Filmes Leave a Comment

Frantz. Diretor: François Ozon. Paula Beer, Pierre Niney, Ernst Stötzner, Marie Gruber, Cyrielle Clair, Johann von Bülow, Anton von Lucke. 113 minutos. Alemanha- França.2016. Bastam as primeiras cenas para entender que estamos diante de um grande filme. Dificilmente me engano -e penso que isso acontece com todos os que amam o cinema: o diagnóstico da qualidade é questão de minutos. É possível que …

Kenzaburo Oe: “Uma questão pessoal”

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Kenzaburo Oe: “Uma questão pessoal”. Companhia das Letras. São Paulo. 2003. 222 pgs.      Conhecer a história pessoal do Kenzaburo Oe, – consagrado escritor japonês e Premio Nobel de Literatura (1994) -, e do Hikari, seu filho deficiente que, uma vez e outra, faz ato de presença nas suas obras, foi o maior incentivo para ler este romance. Incentivo e quase …

Dennis Lehane: "Naquele Dia"

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Dennis Lehane: “Naquele Dia”. (The given day: a novel). Companhia da Letras. São Paulo. 2009. 690 pgs.      As quase 700 pgs deste livro são mais uma saga de época, tão a gosto dos americanos, que gira em volta de um par de personagens principais, com inúmeros coadjuvantes. Boston, no final da Primeira Guerra Mundial, a “Atenas da América”, onde irlandeses …

Roberto Adami Tranjan: “Metanóia"

Gabriel Brandão Livros Leave a Comment

Ed. Gente. São Paulo,2002. 200 pgs.     Ganhei este livro de um amigo. Enviou-me como presente de Natal, e vinha com a dedicatória do autor que, segundo parece, é conhecido do meu amigo. “Para rever conceitos” – escreveu antes da assinatura. Nada mais lógico, pois este é o subtítulo do livro: Uma história de tomada de decisão que fará você rever …

Daniel Innerarity. "Ética de la hospitalidad"

Gabriel Brandão Livros 6 Comments

Daniel Innerarity . “Ética de la hospitalidad’. Península. Barcelona 2001. 222pgs Livro fascinante, instigador, uma aluvião de idéias que pedem desdobramento. Posto deste modo, o conteúdo é infindável, pois depende da interação do leitor, das reflexões que seja capaz de alinhavar no vácuo dos enunciados e afirmações, muitas vezes surpreendentes, sempre desafiadores. Não é um livro fácil, embora não seja …